Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Paz

Paz
maria da graça almeida

Que insurja brado mais amplo do que o
da impotência que se espalha aos quatro cantos.
Que a paz não mais reine sob a simbologia
de uma pomba, cujo compromisso único
seja o plácido voo, num céu de tênue dossel.

Que, da mistura do azul com o amarelo,
sem manchas, borrões, respingos, espanto,
obtenha-se a cor de um sentimento concreto,
não o verde da esperança, pois que esta,
pela vida, apenas passa...esperando.

Que a paz não mais exemplifique um mito,
nem exiba o desalento de um sonho irrealizado.
Quem por ela ansiar que a construa sem medo;
que toque as chagas do mundo com a palma da mão
e não apenas com as extremidades dos dedos.
maria da graça almeida
Enviado por maria da graça almeida em 12/02/2018
Código do texto: T6251525
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
maria da graça almeida
São Paulo - São Paulo - Brasil
249 textos (17531 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/11/19 20:43)
maria da graça almeida