Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PIB Curralinho

Curralinho, 06 de março de 2015.

Eis que caminho para o porto de Curralinho.

Duas da manhã.

Duas vezes eleita a menor economia do país.

Chuva fina, lama grossa

Pula-se aqui e acolá.

Um título de pobre dado pelos globalizados

De um país de muitos corruptos.

No frio da pouca camisa que me protege

Quatro homens naquele canto escuro comentam

Não sei se é escárnio

Sei lá se é assalto

Ainda bem que chuvisco os mantém quietos.

Nem a cachorrada sai pro cio.

Nem o café queima tanto.

Moto-taxistas se acotovelam em busca de uma corrida

O carreteiro à espera da carga

Que seja pesada.

Pessoas que vêm e vão com suas cargas

Que não sejam tão assim pesadas.

Em cima das cabeças como a juntá-los o chuvisco

Intensa madrugada.

O frio vento.

Mas quem conhece

Só quem amanhece

Descobre os curralienses.

Alegres

Cordiais

Ricos

Não de um Produto Interno Bruto

PIB

Mas de uma Pulsante Inquietação Brasileira

PIB.


(Foto: Monte Dawn)
Pantoja Ramos
Enviado por Pantoja Ramos em 26/03/2015
Reeditado em 04/07/2015
Código do texto: T5184041
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Pantoja Ramos
Belém - Pará - Brasil, 45 anos
313 textos (12131 leituras)
102 áudios (3242 audições)
45 e-livros (2793 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/09/20 23:18)
Pantoja Ramos