Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Arrependimento Mata

De: José Borges/

Hoje eu acordei com tantas
Dores pelo corpo que sentia
Que estava pagando por erros
De cinquenta anos atrás

O sentimento era frustrante e
Desanimador era como se eu
Ainda menino tivesse pisado
Em espinhos e doía no fundo da
Alma

A sensação era de abandono e
De arrependimento quando eu
Ainda menino engaiolava e
Matava passarinhos.

Era como se as dores em meu
Corpo fosse castigo do destino
Acertando as contas com a vida.

Autoria: José Borges da Silva Filho
Poetahdasletras
01/07/2019
Poetahdasletras
Enviado por Poetahdasletras em 01/08/2019
Código do texto: T6710124
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Poetahdasletras
São Paulo - São Paulo - Brasil, 60 anos
1898 textos (30677 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/01/20 03:04)
Poetahdasletras