Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A seca no Sul

A chuva, o asfalto molhou,
E  pó encalacrado apagou;
Banhou  as  folhas verdes,
Mas, não da terra, a sede...

Sedenta, expõe  os cortes,
Cicatrizes do Sol tão forte;
Peixe ainda economiza ar,
E água não voltou  a jorrar...

A seca, assim, fazia tempo,
Que não se via, vinha vento;
Levava a nuvem, só pingava,
Homem; forte; não  chorava...

Talvez faltou agradecer mais,
Que lamentar tanto, pois, ais;
Serão  dados; perder, ganhar,
É Deus quem dá, e sabe tirar...



Meu Blog:
https://renascerpoetico.blogspot.com/
Meri Viero
Enviado por Meri Viero em 13/05/2020
Reeditado em 13/05/2020
Código do texto: T6945945
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Meri Viero
Guarapuava - Paraná - Brasil, 49 anos
1465 textos (46279 leituras)
4 áudios (238 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/09/20 03:08)
Meri Viero