Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Oposição

Desejo um dia sair às ruas pelado
E fazer com que os outros tenham
Vergonha de andar vestidos.
(Mal vestidos, diga-se de passagem).

Uniformes que disfarçam as formas disformes,
Reforçando a igualdade dos iguais,
Não servem no meu corpo extraterrestre,
Que se recusa a ser colonizado por robôs.

Eu busco o contrário do contrário,
A dúvida que ninguém quer tirar,
A palavra que ninguém quer escrever
Ou tem medo de pronunciar.

Quero ser o cata-vento que gira
Na direção contrária dos costumes,
O pingo de chuva que se nega a cair
Numa tempestade que não molha.

Um cérebro mais sensual que um corpo
E mais desejado que uma parte deste,
O antônimo de qualquer sinônimo de esperado,
A moda tomada como ridícula
Sob o pensamento jamais refutado.

Eu quero, caro leitor, viajar pra onde
Não há caminho, nem destino a se fotografar.
Levar na mala o que ninguém usa;
A minha visão e meu jeito incerto de caminhar.
Leandro Pedrosa
Enviado por Leandro Pedrosa em 21/04/2020
Código do texto: T6924079
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Leandro Pedrosa
Fortaleza - Ceará - Brasil, 24 anos
64 textos (1851 leituras)
1 e-livros (18 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/20 12:49)
Leandro Pedrosa