Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A impressão que eu tenho

A impressão que tenho
É que a vida é traiçoeira
Se te pega distraído
Te dá uma rasteira
Te deixa caído
Pra se levantar
Sem fazer cara feia.
De nada adianta fazer jejum
Ou procurar uma Benzedeira
Cascata de esperança
Cae bem na vida alheia
E se os grãos de pecados
Não forem como os de areia,
A paisagem que a janela da alma avista
Nunca será bela e sim ,feia
Entre tempestades e brisas
Que coração não se chateia?
E há quem se mata
No trabalho a vida inteira
Morre por nada
O dinheiro não  se acaba
Mas a vida continua passageira.
E numa dessas curvas
Entre idas e vindas,
Quem sabe o que a lua Nova
Reservou a lua cheia?
Quem sabe das respostas
De perguntas mal feitas?
Quem sabe do sorriso
Que morreu de tanta tristeza?
Sei lá ...
A impressão que eu tenho
Que a vida é aquela mentirinha
Que no fundo, no fundo, a gente queria que fosse
Verdadeira.
E que durasse ,pelo menos , em parte, a vida inteira
Que morrer ou matar
Fosse só mesmo de brincadeira!
Mabel Junger
Enviado por Mabel Junger em 09/10/2019
Código do texto: T6765373
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mabel Junger
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 52 anos
12 textos (158 leituras)
13 áudios (473 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/19 17:52)
Mabel Junger