Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Primeiro dia

O primeiro dia é sempre assim
Coração aos pulos, e acelerado
Bate como  se tudo fosse o fim
E fica  olhando para todo o lado

A cara de assustada, ai de mim
Depois passam as horas, e dias
E a realidade sem Pirlimpimpim
Poeira se reveste de pura poesia

Cria coragem, ri de todo barulho
Aquele velho medo das sombras
Se perde entre folhas, embrulhos
Não assusta a solidão que sobra.
Meri Viero
Enviado por Meri Viero em 20/09/2019
Reeditado em 21/09/2019
Código do texto: T6749864
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Meri Viero
Guarapuava - Paraná - Brasil
1389 textos (43010 leituras)
2 áudios (117 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/19 16:39)
Meri Viero