Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Raridade

E palavras  ficaram  no ar, mono, estéreo
Ondas de um monólogo indiscutível, fala
Rara; a raridade é esse mundo tão etéreo
Rádio antigo  que ainda fica naquela sala

Quatro linhas de uma saudade de um ser
Só; tantas palavras  que  aqui não voltam
Volta por cima, ou por baixo, transparecer
Desses muitos traços  que não se soltam

Soltou o braço, e ferida outra vez, rompeu
Ataduras não  adiantam  mais, e atrasado
O relógio sempre  parece estar, tic perdeu
O tac, ficou sério e sereno; ficou parado...
Meri Viero
Enviado por Meri Viero em 28/08/2019
Código do texto: T6731586
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Meri Viero
Guarapuava - Paraná - Brasil, 49 anos
1525 textos (48191 leituras)
5 áudios (313 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/04/21 19:38)
Meri Viero