Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fio de ouro

Dias frios escondem a poesia quente...
Camuflar poético sobre o  que se sente
Dor de  cabeça, canseira, dor  de  dente
Num sorriso amarelo olhando de frente

Frente fria, da blusa de frio, poesia é fio
De ouro  em tecido roto, e por desgosto
Em pleno agosto, pássaros, penas, pios
Ninhos de beija-flores no galho exposto

Desnudando os seus braços tão magros
A primavera já vem  dobrando a  esquina
Logo  chegará, e trará na bagagem, raros
Pós; e para flor, cor  e brilho da purpurina.
Meri Viero
Enviado por Meri Viero em 17/08/2019
Reeditado em 17/08/2019
Código do texto: T6722298
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Meri Viero
Guarapuava - Paraná - Brasil, 48 anos
1353 textos (41934 leituras)
2 áudios (75 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/09/19 18:05)
Meri Viero