Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Deixo-te ir

Te vejo aparentemente feliz, como se estivesse recomeçando a vida.
Queria dizer querido, que só espero que estejas futuramente certo do que estas a fazer com nós, tu e eu, eu e tu.
Deixo-te livre, livre para voar, reencontrar novos caminhos e pousar em novos corações.

Vejo que a cada dia te perco um pouco mais.
Isso me sufoca, me deixa talvez incomodada, porque nós, eu e tu, tu e eu, não teremos mais um reinicio, tampouco um final.
Mas no teu íntimo, SABES QUE EU SOU A TUA MELHOR ESCOLHA, você esta apenas envaidecido, seu iludido. Apenas está com bobagens de reconhecer isso. Estas apenas agradecido pela companhia da moça nos passeios do final de semana.

Você esta adormecendo o nosso amor querido!
Vejo que tudo está diferente aqui dentro, QUERIDO!
Vejo que você não esta mais sendo meu preferido!

Estou diferente e você carente!
Por isso que procurou ela, a moça!
Tudo esta breu, como a escuridão...
os teus sentimentos, os meus e os da moça!
e o que eu vou fazer para te ter?
nada, querido!
absolutamente nada!
Deixo-te ir!
Deixo-te ir para fingir...
Para fingir o quanto sois louca por ti!


Nidela Calcanhoto de Melo
Enviado por Nidela Calcanhoto de Melo em 14/07/2019
Reeditado em 14/07/2019
Código do texto: T6695752
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nidela Calcanhoto de Melo
Parnaíba - Piauí - Brasil, 23 anos
129 textos (1633 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/11/19 01:16)
Nidela Calcanhoto de Melo