Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Talvez...

Tenha passado o tempo, a graça já passou,
Fica nome que não passa, só poesia restou;
Talvez, sonho petrificou ou dele se acordou,
E o tempo venha frutificar o que se semeou.

E os frutos sejam os dias de paz, e de amor,
Revirar a terra, plantar, e deixar nascer a flor:
Solidão ceder espaço pro aconchego do lar,
E envolto em braços de quem se quis amar.

Desculpa a preguiça do  pensamento, rimar,
Assim, tão fácil; é uma  forma de expressar;
Alegria do querer bem, bons fluidos mandar,
Seguir sem teimosia, e olhar pra outro lugar.
Meri Viero
Enviado por Meri Viero em 25/04/2019
Código do texto: T6632403
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre a autora
Meri Viero
Guarapuava - Paraná - Brasil
1406 textos (43634 leituras)
2 áudios (129 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 29/01/20 08:55)
Meri Viero