Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FLÔR DA PELE


    (...) quando cais como os anjos, tentando encontrar algo de novo
         já nada mais importa
     tentei saber o sabor do pecado, e o branco da noite quando
         tu pensamento vadio  me levás-te
 
     quando me abro desse jeito, e a mente pesa
         neste pensamento vadio, já nada presta
     quase perto daquilo que sou lembrei-te a importância do que somos
         sem surpresas  nao consegui ficar detrás
         deste pensamento chato e  vadio

     só quero o bem e fico lembrando se estou no céu ou no Inferno,
         maldito o vadio deste pensamento
         parecia um sonho perfeito, quería que soubesses

     flôr da pele

     os sinos tocam cá dentro, nao me vou esquecer
     se cria se chora e grita, mundana vida,
         flôr de pele que se arrepia
Divavid
Enviado por Divavid em 28/10/2014
Código do texto: T5015124
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Divavid
Köln - Nordrhein-Westfalen - Alemanha
1088 textos (55432 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/11/19 15:11)
Divavid