Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dá a  volta, revolta, solta rojão e dana em pinotes
feito cavalo xucro, boi danado, cão atrás do rabo
ingratidão malagueta , falsidade marreta , chora
asa de cobra, cheiro de esgoto, enganos, dói...
 
Ah! sabe aquele som do salto que esmaga a cascuda
e segue adiante sem nem ver a sujeira que ficou
Este sim, deve ser comemorado.
 
Afinal, culpas e desculpas desmerecidas
Considerações e tempo perdido. Perdidos estão!
E lá no céu tem mil estrelas, e o mar continua cheio de peixes.
 
É feito arpejo de xote,  queimando no archote o faz de conta
Sonhos findos que não se repetirão, miragens e devaneios na terra quebrada.
E de todos os sabores, o fel da ingratidão e engôdo.
Sem sombra de dúvida revelou-se o pior de ser tragado.
 
Deus ajuda quem merece e faz por merecer.
E o resto... é muita luta pra fazer acontecer.
Amigo sou eu, porque não me falto  ao respeito.
Fé no coração e coragem no bolso pra seguir adiante.
GiselleSato
Enviado por GiselleSato em 18/04/2012
Reeditado em 05/09/2018
Código do texto: T3619516
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
GiselleSato
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
615 textos (333846 leituras)
6 áudios (1987 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/20 14:21)
GiselleSato