Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Rotina

Rotina
maria da graça almeida

Não sei por que nos queixamos da rotina,
se todo dia ela nasce menina
e continua menina até se deitar...

Não sei por que nos queixamos da rotina,
se é ela que nos proporciona a certeza
de que o trem corre por trilhos certos;
que mais os raios caem em lugares desertos;
que depois do almoço há sesta;
que no fim de semana há festas.

Não sei por que nos queixamos da rotina;
se à noite ela  traz o jantar à mesa;
se a poeira que se assenta nos móveis
nunca é a mesma;
se, de repente, os feitos inusitados
são vistos como proezas.

Não sei por que nos queixamos da rotina,
se a  antiga manta que nos cobre
não deixa o frio instalar-se;
se podemos, facilmente, respirar;
se nossos olhos conseguem olhar
a beleza que sobrevoa o céu
e o  espetáculo que nada no mar.

Não sei por que nos queixamos da rotina,
se é ela que nos oferece a tranquilidade
de vivermos  em paz,
sem  nefastas surpresas
sem preocupações a mais,
aquelas que nos tiram o chão
e nos fazem tremer de tensão.

Não sei por que nos queixamos da rotina...
Amo a usualidade desde pequenina!
Precocemente percebi
que, se o dia-a-dia
pela rotina for ungido,
poderemos nos sentir seguros
e  tanto mais protegidos.

Não sei por que nos queixamos da rotina...

maria da graça almeida
Enviado por maria da graça almeida em 18/03/2012
Código do texto: T3561072
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
maria da graça almeida
São Paulo - São Paulo - Brasil
249 textos (18593 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/08/20 03:07)
maria da graça almeida