Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O mercado de Água fria

Neste prédio cá erguido,
a pedra granítica-Recife,
podeis sentir sob o tecto
um pouco do que é e existe.

Cá, onde se é casa a habitar-se,
em suas paredes comidas de tempo
e em seus corredores feitos de gente,
podeis ver que ainda existe momentos

e que ao sê-lo, as pessoas mudam.
Mas também podeis notar
nas vozes altas a ouvir-se
que não haverá de mudar

esse aconchego dito de casa,
onde se é filho a negociar com irmãos.
Podeis ver também que o destino
une todos. Atores, comissários e patrões.

E que a fundirem-se parades e gente
há de ser casa humana construta
casa-viva sobre o asfalto-avenida
A pedra humana absoluta...

E que a irmanarem-se em feira
há de ouvir-se todos os nomes
e que a entrarem todos a se venderem
podem unir-se todos os homens
Tiago da Silva
Enviado por Tiago da Silva em 08/09/2010
Código do texto: T2485826
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre o autor
Tiago da Silva
Afogados da Ingazeira - Pernambuco - Brasil, 29 anos
462 textos (12193 leituras)
3 áudios (299 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/19 16:38)
Tiago da Silva