Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Do jardim ao quintal

Mudando o rumo da prosa, o colorido da rosa
Aquarelando o  jardim, entre hibisco e jasmim
Segue  esbanjando  cores, e morre de amores
Pelo colibri, beija aqui e ali, não está nem aí...
O brinco não é  de  princesa, amarela  realeza
Fincado no chão, ele ri, nessa  doce confusão
Faz mel  a abelha, voando  aonde  dá na telha
Pólen vai levando, e as novas cores formando
Na imensidão do espaço pequeno, do portão
Ao quintal, asas  de insetos, em instrumental
Toque de  tantos  sons, fique à  ouvir, e foque
A câmera, rápida ou lenta, e sempre, efêmera.
Meri Viero
Enviado por Meri Viero em 18/11/2018
Código do texto: T6505450
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Meri Viero
Guarapuava - Paraná - Brasil, 49 anos
1468 textos (45977 leituras)
2 áudios (149 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/07/20 15:37)
Meri Viero