Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


FLOR PEREGRINA

 
Penso que perdi minha primavera.
Logo eu que colhi tantas flores
pelos campos de minha infância...
Essas eras...
Sabe as flores de outrora?
Eram todas margaridas...
E amarelas.
E lindas campo afora...
Mas elas murcharam
porque logo eu me tornei adulta
lendo fotonovelas...
Eu sei, primavera não é só flor.
E penso até que ela estava ali
naquelas histórias de amor
pintando novas aquarelas
e meus olhos desse sonhar...
E eu às vezes ficava olhando o nada
ou desenhando corações cor-de-rosa
numa folha qualquer
imaginando como seria amar...
Quando dei por mim
a primavera tinha partido
e eu era apenas uma mulher...
Mas só agora eu percebo
que ela partiu tão precoce!
E eu nunca mais colhi margaridas...
E também nunca pensei
que me doeria tanto!...
Então eu me tornei
uma flor peregrina...
Hoje caminho sem rumo
por meus versos
tentando encontrar minha primavera.
 
 
 
 ( Imagem: google)
 
 

 
 
Sonia de Fátima Machado Silva
Enviado por Sonia de Fátima Machado Silva em 09/12/2016
Código do texto: T5848339
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Sonia de Fátima Machado Silva
Coromandel - Minas Gerais - Brasil, 56 anos
1254 textos (52386 leituras)
13 áudios (611 audições)
2 e-livros (128 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/19 09:23)
Sonia de Fátima Machado Silva

Site do Escritor