Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Flor de Sapucaia

Belém, 01 de janeiro de 2016.


Um dia se apaixonou
Um jovem castanheiro
Por uma moça rica
Filha de madeireiro

Mas o que fazer o pobre?
Só um jamaxim de posse
Se ajoelhou tal nobre
Arriscou aquilo que fosse

Te ofereço linda
Flor de Sapucaia
Para enfeitar o cabelo
Ou a tua saia
O meu suor rega nosso amor

O madeireiro raivoso
O jovem expulsou
O corte ganancioso
Na mata começou

A moça vendo aquilo
Lembrou daquela flor
Entendeu o seu destino
Até enfrentou o trator

Pare com as máquinas pela
Flor de Sapucaia
Pela floresta que protege
Jamais caia
Ali o amor tem mais valor

Hoje em dia desabrocha
Flor de Sapucaia
Os netos sentem o cheiro
Que ao mundo espalha
A flor e o amor
Pantoja Ramos
Enviado por Pantoja Ramos em 03/01/2016
Código do texto: T5499014
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Pantoja Ramos
Belém - Pará - Brasil, 44 anos
311 textos (11987 leituras)
97 áudios (3128 audições)
44 e-livros (2763 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/08/20 18:41)
Pantoja Ramos