Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


Ao Ipê Rosa...

 
Ainda é inverno— o verde sem vida—
mas um belo ipê enfeita a Avenida...
Todo ano em julho ele se veste de rosa
e despe suas folhas verdes.
Milagre de inverno—ora credes—
que pinta sua florada mimosa.
 
Ou seria ele — o ipê— anormal?
E talvez por o ser, seja tão especial...
Com esse seu jeito tão despudorado
de desafiar assim o inverno.
Mas é ao mesmo tempo tão terno!
Uma exaltação ao cio “adiantado”...
 
Para mim — poeta — o ipê é pura poesia.
Prefiro tecer assim minha fantasia...
E o ipê rosa parece, enfim, saber
que sua beleza é tela para meu poema,
pois, se o pinto róseo em cada fonema
a eternizar cada flor que logo irá morrer...
 
 
 



( Esse poema é uma reverência a essa flor que desafia o inverno. Uma flor que eu diria anormal, porque enquanto as outras esperam a primavera para florescer ela vem desabrochar justamente no tempo mais seco do ano. Talvez para alegar e dar um pouco de cor à estação. Uma pena  que seja tão efemera, pois é tão linda)

( Imagem: facebook)
Sonia de Fátima Machado Silva
Enviado por Sonia de Fátima Machado Silva em 12/08/2015
Código do texto: T5343594
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Sonia de Fátima Machado Silva
Coromandel - Minas Gerais - Brasil, 56 anos
1254 textos (52351 leituras)
13 áudios (611 audições)
2 e-livros (128 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/19 14:12)
Sonia de Fátima Machado Silva

Site do Escritor