Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O poeta

Em meio ao caos, no silêncio do seu vazio
As lembranças já fazem abrigo em seu coração ferido
Meio torto, meio louco
Delira o poeta em meio ao sufoco
Suas palavras vagam sem destinatário
Sua mente gira em sentido anti horário
Numa busca por entendimento
Mergulha o poeta em seu mar de sofrimento
Em lugares já esquecidos
Vaga ele, só e desiludido
Morto por dentro, quase também por fora
Chora o poeta, chegou a sua hora!
Akarth
Enviado por Akarth em 22/04/2019
Código do texto: T6629288
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Akarth
Santa Maria - Distrito Federal - Brasil, 24 anos
47 textos (1552 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/08/20 15:09)
Akarth