Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Preparem um hospício pra mim!


Preparem um hospício pra mim!
Um hospício pra Domingos Ivan Barbosa!
Dizem que estou de férias no Piauí,
E ainda é dezesseis do mês de março.
Mas alguém não quer que eu comente.
Eu devo aplaudir e ficar contente?
Se estou de férias, vou sair por aí.

Calem a voz do poeta!
Calem a voz do pensador!
O mundo está fugindo do coronavírus.
É tempo de férias, meu Senhor?

Considero-me um cara maluco,
Pois não acredito que estou de férias.
Dizem que estou de férias antecipadas.
Político e certas pessoas são palhaçada!
A coisa é divertida, ou é séria?

Preparem um hospício pra mim!
Um hospício pra Domingos Ivan Barbosa!
Pois eu não acredito que estou de férias.
A Secretaria de Educação do Piauí disse que estou?
A minha loucura é caso pequeno, ou coisa séria?

Calem a voz deste maluco!
Pois não acredito que estou de férias!
Eu devo ficar em casa por recomendação.
Mas dizem que estou de férias.

Férias: tempo de passear e diversão!
Férias: período de entretenimento!
Mas estamos fugindo do coronavírus!
É tempo de quarentena e isolamento.

Eu preciso de um hospício;
Sou cônscio do meu desequilíbrio;
Eu sou um problema para as pessoas.
Será que me controlar eu consigo?

Desculpem a minha loucura!
Eu só digo babaquice!
Só sai tolice da minha boca!
Só sai merda da minha cabeça!
Sou um sujeito desequilibrado!
Vou ficar calado, manter a compostura!
Não acredito que estou de férias!
Sou um cara descontrolado.

Eu não posso ir à praia;
Não posso ficar em aglomeração;
Devo evitar abraços e beijos;
Devo evitar até aperto de mão.

Na verdade, eu não tenho mulher pra beijar;
Já faz muito tempo que não beijo.
Mas estão me dizendo pra calado ficar.
Vou ficar calado, pois silenciar, eu devo.

O chefe e superior já me disse: "Chega!"
Ele disse: "Sem comentários!"
O cara quer ser ditador!
Ele é grande: é diretor!

Tudo bem! Serei um menino obediente!
Eu sei que não posso me expressar!
Já reconheci qual é o meu lugar!
De rabo entre as pernas, eu vou ficar!

Será que serei processado?
Quais serão as consequências deste poema?
Serei da escola enxotado?
Talvez eu não tenha escolhido um bom tema.

Vou ficar um cachorrinho bem murchinho!
Mas por que estou exclamando tanto?
O chefe já me disse que chega!
Amém! Aleluia! Glória! Algum espanto?

Eu sou um cara problemático!
Sempre me disseram que sou feio!
Sempre disseram que sou ignorante!
Sempre disseram que sou desequilibrado!
Será que estou ou devo ficar preocupado?

Mas eu estou mesmo de férias?
Eu não acredito nessa palhaçada!
Qual punição eu mereço?
Amém, irmão! Aleluia antecipada!

Poema feito em Pastos Bons/MA, no dia 16 de março de 2020, por um doente mental cujo nome é Domingos Ivan Barbosa.
Domingos Ivan Barbosa
Enviado por Domingos Ivan Barbosa em 16/03/2020
Código do texto: T6889485
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Domingos Ivan Barbosa
Pastos Bons - Maranhão - Brasil, 41 anos
893 textos (1367687 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/20 21:09)
Domingos Ivan Barbosa