Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sumo

Torce o pano, a manga, o papel  e o pensar,
Espreme o suco das palavras bem devagar;
O inverno secou a fruta, e água dos gomos,
Foi pra outro lugar, então não bebo, como...

Tentando me alimentar da inspiração seca,
Que fugiu desse meu pensar, e a alma peca;
Por não querer ajudar; e na direção  que vai,
Leva todos os meus ais;  aí a coisa não sai...

A rima é automática, e pensa  logo no bem,
Vai bem longe daqui, sem ele não fica, vem;
Acompanha essa loucura, aquieta essa fala,
Que não aguento mais carregar essa mala...

Cheia de saudade, da lembrança só de você,
Arruma  essa bagunça, traz  jus temperança;
Que não mais vou querer saber os porquês...
Pois, no raso já sei, o que sempre quis saber.
Meri Viero
Enviado por Meri Viero em 27/08/2019
Código do texto: T6730324
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Meri Viero
Guarapuava - Paraná - Brasil
1467 textos (45917 leituras)
2 áudios (149 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/07/20 09:23)
Meri Viero