Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Por quê?

Por quê?


A noite caia mansa e fofa
Amenizando o calor do dia
Trazia consigo um quê de troça
Misturada a inocência e alegria.

Era uma inocência incontida
Talvez de uma infância feliz,
De uma criança muito querida
Provavelmente um aprendiz.

Distanciava-se do iluminado dia.
Galopava com seu escuro véu.
Rasgava a espessa nuvem fria,
Que cobria a imensidão do céu.

Despertava o medo macabro
Nas inocentes mentes tardias,
Mas levava sempre a cabo
De peito aberto o que queria.

Talvez não fosse por maldade
Ou simplesmente sua fantasia.
Lançou-se à procura da verdade:
Porque não podia ficar com o dia.

Sonhava com o calor do sol.
Das cores vibrantes ou frias.
As flores que preenchiam o arrebol
Os jardins de mística fantasia.


Mas pensou bem e sem jeito
Percebeu sua grande heresia,
Como pôde ter tão grande defeito,
Se a noite complementa o  dia?


Ester M. Endo


 














mendo
Enviado por mendo em 21/08/2007
Código do texto: T617333
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
mendo
São Paulo - São Paulo - Brasil
48 textos (3055 leituras)
1 e-livros (35 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/11/19 19:53)

Site do Escritor