Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

REEDIÇÃO

ROUBEI A MORENA 02


 BEM CAIPIRA


O trovadôri mim falô,

Di uma moça piquitita

Falô quela no recanto

É das muié mais bunita.


Num sei sisso é veidadi,

Puis despois qui cheguei

Vi tantas muiés bunitas

Qui quais mim paxonei.


Só num paixonei ainda,

Puis ieu vi a moreninha

O meu curaçau balangô

Inté iscuitei campainha.


Pensei cumigu suzinho

É quessa mermu co vô,

Mordi quessa belezura

Já é a dona du meu amô.


Aqui... Ô morena sestrosa,

Mim aguardi co vô te robá,

Num pricisa tê medu du pai

Eli num vai nem simportá.


Mordi ieu mais ele cumbinô

Sua mãi tumém tava pru lá.

Mordi ês vai fingi qui dromi

Nas hora co fô la pa te robá.


Vossa mãi inté mi prumeteu,

Qui vai mi dá uma judazinha,

Ela vai si fingino di isquicida

E ajudá ocê fazê a troxinha.


Na hora qui eu mim axegá

Ocê tem di ta na sintinela,

Vancê pula inrriba da garupa

Adespois di sartá pela jinela.


Nóis vai é cortanu as istrada,

Prus mei dos roçadu de mio

Ocê vai funganu meu cangoti

Trotanu na cela du meu turdio.´


De veis incondu nóis para

E porveita pa mandá brasa

Na igreja nóis acorda o padri

Entonces aí a genti se casa.


Aí nóis vorta la pá fazenda,

Sem gastá nada cas festança

Seu pai é ricu e trata di nóis

E nóis enche a casa di criança.


Antoncis cê fica bem atenta,

Inté nu dia co fô aí ti buscá,

Mecê vai vê u mundu rodanu

É na hora qui a jiripoca piá.


E aquerditi ni mim morena.

Ocê nunca vai si arrependê,

Vai sê uma muié muitu filiz,

Quessi maridu cocê vai tê.


Entoncis tamu cumbinadu

Mim aguardi cheia di amô,

Arrecebi um montão di bejo

Dessi bodi veio mei rimadô.





Ta bom minha prenda, pode deixar que vou seguir seu conselho. Obrigado linda Hull dela Fuentes pelo carinho.

Ocê para quessa istória
di fugi quessa morena
é mió buscá vitória
de manêra mais serena.

Uma fia dada assim
pelo véio fazendêro
qui num qué gastá capim
bancano u casamentêro.

Lembra laranja madura
prantada no pé da estrada
podi sê uma aventura
uma fruta istragada

Ocê pensa bem seu moço
nu consei da véia amiga
nessi angu tem caroço
num vá si invorvê cum urtiga...






Obrigado ao mestre Jacó pelo carinho valeu poeta.

No sertão já fui corriqueiro,

Quando os pais não abençoavam,

Os namorados então combinavam,

Pra fugirem pelos tabuleiros...




OBRIGADO AOS AMIGOS QUE JÁ COMENTARAM AQUI UM ABRAÇO
SE COMENTAR DE NOVO EU GOSTO.




Oi minha amiga Hull um carinho especial vocês poetas do Recanto sempre me emocionam com seu inventivo. Obrigado.


21115-mini.jpg?v=1269224879
18/10/2019 14:42 - 
Hull de La Fuente

Ocê num fugiu cum ela
ispero di coração
Num caia na isparrela
da cumbuca tira a mão.

Cumpadi já ti falei
modi num fazê lucura
inté pru santo rezei
isso só é aventura.

pidi para outra santa
i mandá otra muié
uma qui num fossi anta
do jeitim qui ocê qué.

Receba o meu abraço querido Trovador, Deus o abençoe!
Para o texto: 
ROUBEI A MORENA 02 (T6772779)




Já vi pai pegar a filha levar e deixar na zona para ser prostituta, Obrigado mestre Jacó.


29785-mini.jpg?v=1389972439

18/10/2019 15:11 - 
Jacó Filho

Relembro as aventuras,
De namorados com pressa.
Alguns quebram a promessa,
Se a moça for impura...

 Parabéns! E que Deus nos abençoe e nos ilumine... Sempre...
Para o texto: 
ROUBEI A MORENA 02 (T6772779)






29785-mini.jpg?v=1389972439

20/01/2015 09:05 - Jacó Filho
No sertão já fui corriqueiro,/ Quando os pais não abençoavam,/ Os namorados então combinavam,/ Pra fugirem pelos tabuleiros.../// Parabéns! E que Deus nos abençoe e nos ilumine... Sempre...
6182-mini.jpg?v=1570221940
19/01/2015 09:44 - Sonia de Fátima Machado Silva
Incrível. Adoro esse estilo e adorei a interação da Hull. Parabéns aos poetas. Ih! Agora Trovador quer é morena... Bem... rsrsrs Beijo . até...
156715-mini.jpg?v=1455495707
15/01/2015 10:30 - Edivana
Sempre tem uma morena rondando teus versos... é bom pra libido! ahua... foge logo! Beijos.
9330-mini.jpg?v=1459884635
13/01/2015 19:17 - Suzana da Cunha Heemann
Uma linda criatividade,Miro. Percebo,pela leitura de teus versos,que só dá morena aí! Que fobia das loiras é esta,Trovador? Pelo menos faz uma,só uminha,trovinha para nós!
31158-mini.jpg?v=1557864797
13/01/2015 17:19 - Fábio Brandão
Palavras galanteadoras que certamente tocará o coração de quem recebeu a homenagem...Um abraço e felicidades...
21115-mini.jpg?v=1269224879
12/01/2015 20:52 - Hull de La Fuente
Ocê para quessa istória/di fugi quessa morena/é mió buscá vitória/de manêra mais serena.///Uma fia dada assim/pelo véio fazendêro/qui num qué gastá capim/bancano u casamentêro.///Lembra laranja madura/prantada no pé da estrada/podi sê uma aventura,/uma fruta istragada.///Ocê pensa bem seu moço/nu consei da véia amiga/nessi angu tem caroço/num vá si invorvê cum urtiga...///Um abraço grandi pra vosmicê,
111791-mini.jpg?v=1568898840
10/01/2015 20:27 - Aila Brito
Adorei. Sempre muito criativo e talentoso. Parabéns, rei das trovas! Abração.
160598-mini.jpg?v=1468801277
09/01/2015 15:44 - Kathmandu
Pega logo a sua moreninha e corre! rs
55649-mini.jpg?v=1463071254
09/01/2015 13:31 - Lucimar Alves
Ficou belo os versos desta maravilhosa poesia.
.
Trovador das Alterosas
Enviado por Trovador das Alterosas em 18/10/2019
Reeditado em 18/10/2019
Código do texto: T6772779
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Trovador das Alterosas
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
2547 textos (108537 leituras)
23 áudios (2468 audições)
2 e-livros (541 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/11/19 00:32)
Trovador das Alterosas