Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


"INSONIA"


Puxa, eu embarquei novamente,
Sempre a insônia me rondando.
Toda noite esta cama eu renego,
Parece que está cheia de prego
Que ficam sempre me torturando.


Vou para um lado a coluna dói
No outro lado é cheio de caroço
Costa pra cima a cama afunda
Barriga para baixo dói à bunda
Encolho as pernas dói o pescoço

E tem um raio duma torneira
Que fica a noite toda pingando,
Já ando quase tendo um ataque
Ouvindo do relógio este tic, tac
Enquanto ele está trabalhando.

Mas tudo isto tem uma culpada,
Que invadiu meus pensamentos.
Com um veneno com doce sabor,
Num feitiço que fez do meu amor
Uma mistura rica de sentimentos
.

Acordado, eu só fico é pensando,
Que se eu dormir vai ter atropelo.
Pois dormindo eu só fico sonhando
Que a deusa esta me enfeitiçando
Fazendo-me refém de um pesadelo.

Para eu desfazer toda esta tentação,
E com a insônia que fiz nesta trama.
Vou fazer de conta que sou valentão,
E trazer a deusa desta minha paixão
Para dobrar o prego na minha cama.
Trovador das Alterosas
Enviado por Trovador das Alterosas em 27/08/2019
Código do texto: T6730907
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Trovador das Alterosas
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
2555 textos (109715 leituras)
23 áudios (2523 audições)
2 e-livros (546 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/19 13:34)
Trovador das Alterosas