Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Alopatia caricata

Com medida graduada nos milímetros,
em fórmulas intrincadas,
o remédio é receitado,
para felicidade geral do paciente,
ciente das recomendações médicas
e ansioso pela bula sibilina.

A bula é o seu santuário
na terapêutica desse estado...
E ela 'recomenda', friamente,
sulfato neutro de atropina
ou cloridrato de papaverina, em doses homeopáticas,
nos milésimos do grama.
Na sua comunicação complicada, ela é dissecada:
'um a dois comprimidos ao dia',diz a posologia...
'Não administrar a diabético',
é a precaução do diurético.

De acordo com o mal,
há sempre uma droga eficiente:
lasix,pantelmin,
novalgina,naldecon,nebendazal...
Curam todo mal!
Não provocam vômito, náusea não há,
nem tontura ou erupção cutânea.
Além do mais,
seja do que se trate,
há até o remédio ideal:
na farmácia do povo,
quem sabe um genérico,
uma amostra grátis vital.

Num vocabulário nebuloso
o hipocondríaco se extasia:
'analgésico e antipirético
usado com êxito na terapêutica
dos estados dolorosos e febris
de etiologia variada,
como cefaléías,nevralgias,
ciática,lumbago,gripe e resfriado'.
O produto é eficiente:
um potente anti-helmíntico polivalente,
dotado de ação contra nematódios e cestódios.

Não dá!Não dá para entender absolutamente nada
destas recomendações ambivalentes.
No final dessa leitura
com Aurélio ou sem Aurélio
ou ele debela o mal
ou vai pra sepultura.
Eligio Moura
Enviado por Eligio Moura em 16/08/2019
Reeditado em 16/08/2019
Código do texto: T6721546
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Eligio Moura
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1575 textos (38230 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/07/20 10:42)
Eligio Moura