Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Milagres do Amor

Estou intrigado; perplexo à beça...
O amor é algum tipo de bruxaria?
Você não sai da minha cabeça,
Aprendi até a gostar de poesia.

O fel toma gosto de cereja.
Perco o medo de vespeiro.
Com você, caso na igreja, 
Num templo ou em terreiro.

Viro devoto de Santo casamenteiro, 
Ou de qualquer famigerado Orixá.
Paro de sorver vodka e cerveja, 
E sigo bebendo apenas chá.

Deixo de ser mal-humorado,
Passo a rir à toa, feito idiota.
Previsível e nada complicado,
Deixo de ser bicheiro e agiota.

Por você, me torno idôneo,
Limpo meu espírito maculado.
Abro mão do que é errôneo,
Deixo de ser um descarado.

A simplicidade vira perícia,
Como a literatura de cordel.
Descarto toda minha malícia,
Paro de frequentar o bordel.

______________________________

Publicado no livro Arquipélago - editora Andross
T S Sevla
Enviado por T S Sevla em 03/08/2019
Código do texto: T6711339
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
T S Sevla
Praia Grande - São Paulo - Brasil
106 textos (1530 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/19 14:25)
T S Sevla