Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HUMOR

O ANALISTA DE BAGÉ

Você que reclama de qualquer dorzinha, vai aí uma mãozinha...
Muitas vezes o chororô é coisa de lamurias sem injurias...
Com lágrimas de crocodilo, reclamas em sombra e água fresca!
Queres fazer com a direita quando tua mão é canhestra...
Se achas que é um sofredor, melhor empurrar o andor
De tua procissão... E comece a rezar pra tirar teu azar!
Da teoria apenas o gênero, que, confunde o teu mapa mundi...
Se não sabes a que lado ficar, experimente andar de cabeça pra baixo...
Quem sabe flui sangue e enche teu cérebro do bem pensar...
Se achas difícil o caminhar na verdade, recolha-te e não ande...
Viva de namoro com a mentira e espere ver o que te descortina!

Se o estresse te pega, arrume uma vara e vá pescar!
As dores de perna e braços te incomodam, vá nadar!
O saco te enche acordado, vá dormir... Sem grunhir!
Teus sonhos assustam como pesadêlos levante-se e tome uma cerveja!
Se está puto com a tua cidade, faça as malas e vá para Bagé!
E com um pouco de fé, tome uma cuia de chimarrão bem amargo,
Torça pelo Inter, e, leve umas porradas dos gremistas, tchê!
Agora, se estiver tresloucado, procure o analista de Pelotas;
E, vá soltar suas frangas na rua da praia em Porto Alegre!
De qualquer maneira, análises da gauchada de Bagé ilustram bem,
O teu quadro cuja moldura é uma barbaridade e mais amarga que chimarrão!

Jose Alfredo


alfredoliterario
Enviado por alfredoliterario em 26/07/2019
Código do texto: T6705479
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
alfredoliterario
Lorena - São Paulo - Brasil, 73 anos
799 textos (9349 leituras)
4 e-livros (45 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/10/19 11:57)
alfredoliterario