Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
 
Poeta enciumado
 
 
Tua insegurança é um demônio
Te consumindo até te enlouquecer.
Em tudo vês fantasmas no viés do querer
Magoando e ferindo meu coração
Um atroz ciúmes que causa confusão

No meu celular, você fica a bisbilhotar
As mensagens de outros queres apagar
e ficas a me policiar e ainda faz cena
escreve uns versinhos pueris de um poema
e insiste num tema com um ser "mascarado"
tudo para angariar atenção pro seu lado

Ficas indignado quando sua ligação não retorno
e se põe  me caçar e depois vai nas letras bradar
Ela é infiel ,por isso eu tenho que fiscalizar!
Oras, o poeta sofre por amor
o poeta tem cíumes até do sol
quando exponho meu corpo ao seu calor.

Que poeta ciumento que eu arranjei
Quis escrever sobre minha vida, então revidei
Agora fica num canto de soslaio
não me deixa ir e nem vai embora
e ainda disse que vamos nos casar em Maio!
Sei não, mas acho que na outra vida
fui eu te persegui e te cerceei
agora, pago o que em vidas passadas, pequei!




 https://palavrasnotasevivencias.blogspot.com




 
Lilian Vargas
Enviado por Lilian Vargas em 12/07/2019
Reeditado em 12/07/2019
Código do texto: T6694364
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre a autora
Lilian Vargas
São Paulo - São Paulo - Brasil
1064 textos (106411 leituras)
17 áudios (2161 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/19 06:40)
Lilian Vargas