Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cem ilusões

Vou conter as palavras, contar as lavras
Comer favos de mel e esperar  ser salva
Vou silenciar a espera, aquietar quimera
E aproveitar primavera  entre ervas, eras

Vão tomando conta, semeando a ilusão
E espalhando veneno ao pobre coração
Vou fechar os olhos, fechar  porta torta
Range baixo, e finge que não se importa

Que as paredes nuas de cores tão cruas
Frias não aquecem minh'alma que é tua
Espere! Espero, madrugada devora a lua
Prateado belo fica  do outro lado da rua.
Meri Viero
Enviado por Meri Viero em 22/10/2020
Reeditado em 22/10/2020
Código do texto: T7093873
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Meri Viero
Guarapuava - Paraná - Brasil
1495 textos (47428 leituras)
4 áudios (277 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/03/21 22:43)
Meri Viero