Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não se permita cegar!


Olá Você!
Que tal pararmos um pouco para conversar?
Abra o seu coração e me conte.
O que te impede de sonhar?

Quando o sofrimento, por dentro é denso.
É difícil alguma felicidade projetar.
E ante tamanho conflito de sentimentos.
Os olhos não tem outra saída, senão marejar.

A luz do sol por mais forte que seja.
Não consegue a tempestade interior dissipar.
E o coração navegando, nessa paisagem cinza.
Não pode a esperança de tempos melhores, vislumbrar.

Mas não se engane ó solitário navegante!
Se lhe tomaram pelas mãos numa viagem alucinante.
Que ao final, não havia porto, nem lugar para atracar.
Ao findar essa jornada, acharás lugar para descansar.

Não se permita culpar.
Por ter se aberto para amar e se deixar amar.
Viste a oportunidade, de completar-se com outra metade.
Que escapou-lhe dentre os dedos, por não querer em ti repousar.

Não se permita cegar.
Ainda que nesse momento, em meio a grande aflição.
As lágrimas e a tristeza queiram sua visão embotar.

Se refaça, e levante!
Os tombos até aqui, te levaram a esse instante.
Onde sua força e destemor serão importantes.
Para que a Esperança, possa tua angústia afastar.
André Martza
Enviado por André Martza em 03/08/2020
Reeditado em 03/08/2020
Código do texto: T7025209
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
André Martza
Campo Limpo Paulista - São Paulo - Brasil, 28 anos
88 textos (7591 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 29/09/20 14:17)
André Martza