Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FLOR DE CACTO

Embora, o agora, esteja estranho,
Um limitado espaço, um cansaço,
Um tom baço no focus castanho,
Uma ausência de contato, de abraço.

Embora, o desenredo faça a oferta,
O medo descomponha a tela, o ar,
E o estado da alma, seja o de alerta.

Embora, o não pode, domine cada ato,
Eu creio... nascerá uma flor de cacto,

No deserto poético do meu olhar.

 
DELEY
Enviado por DELEY em 01/08/2020
Código do texto: T7023131
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
DELEY
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
5376 textos (204971 leituras)
4 e-livros (1667 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/08/20 22:10)
DELEY