Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"Mostruário,"

"Casualidade & Absurdo,"




a letra deixou-se em hábito de sonhar por ela,
a página de sopros e outros gostos ainda a diz
vê, mar! é marca d´água em mentir que te fiz
olha, mar! seria o espaço? laços e cenas e telas?

a quê te deveria ser o vento, e livrar-me de si?
a quê me daria o ar pouco de descer e ter ver, aí?
qual a forma que não escuto, pois é lima aqui
é agressão ao meio do sol e enquanto isso, desci

eu procurei a minha parte que um dia me levou
e eu procuro o controle de correr atrás, dos lados!
a minha carta de vestir ao nome que me sobrou

a minha ilusão intitulada! áreas e nadas! enfim,
toda a quimera que não opõe-se à queda e rastro,
e o todo o poder que não tenho de tira-la de mim,






.e tudo que não te faço.
AzkeTarOss
Enviado por AzkeTarOss em 14/08/2019
Reeditado em 15/08/2019
Código do texto: T6720449
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
AzkeTarOss
São Paulo - São Paulo - Brasil, 32 anos
67 textos (293 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/11/19 20:08)
AzkeTarOss