Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Resiliência

Silêncio, ouça minhas palavras
Silencio, ouço o que tu falas
Escuridão  é cúmplice da lavra
Que grafita enquanto tu calas

Consenso de desatentos seres
Corações pulsando saudade
Pensa  em  mim  se escreveres
Versos aos pares pela cidade

Passos vagarosos nas calçadas
Sombras  numa  tarde quente
Beleza nessas mãos entrelaçadas
Amor forte é chama resiliente.

Meri Viero
Enviado por Meri Viero em 25/07/2019
Código do texto: T6703861
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Meri Viero
Guarapuava - Paraná - Brasil
1467 textos (45914 leituras)
2 áudios (149 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/07/20 21:28)
Meri Viero