Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

RESPINGOS DA POESIA ...



Voar - mas como, sem asas e pra onde ? ...
A desfazer mágoas e calcar espinhos
Se o atropelo até, me faz ficar sozinho(a) ? ...

Voar, sonhar - difícil, a gente voar assim ...
Nas ondas do inverno de um mundo sem fim
Com pouco a fazer e quanto a ti e mim  ? ...

Bem -  mas é preciso voar ...
Ainda que, mesmo sem remo e sem vela
Ter que enfrentar o calor da passarela!
.........................................................
Voar, então, em nuvens movediças...
Em mares tão bravios nas asas de injustiças!
..............................................................
Em Deus eu sou capaz!
Em Deus eu terei paz! ...

Enock Santos
Enviado por Enock Santos em 19/07/2019
Código do texto: T6699525
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Enock Santos
Belém - Pará - Brasil
111 textos (3615 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/11/19 05:00)
Enock Santos