Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Natal de Alguém Amazônico

Belém, 20 de Dezembro de 2014.


Em dezembro choveu no chão da Amazônia
Lavou todas as minhas agonias
Tanta gente igual a mim que assim sonha
Bem mais justo e mais leve nossos dias

Talvez a estrela de Belém esteja por aí
Para expurgar tudo que existe de mal
Da rua cimentada
À várzea inundada
Que bom é um abraço de Natal

Imagino o quanto pode ser bonita a neve
Brancura que dizem até a vista se perder
Contudo nosso Norte nada há que se deve
As flores ali deixadas tão gentil o Ipê

O homem que ilumina a sua casa de luzes
A mulher que traduz sua arte em um pano
Vaga-lumes no olhar
Jesus filho a remar
Pro rumo de um Feliz Novo Ano

A enchente vai tomando devagar seu lugar
Na rede o inverno deita junto a família
A manga avisa que começa a aterrissar
Junto-a risonhos eu e minha filha

São tesouros que inspiram os tristonhos
Convidam a todos nós para a dança
Se puder que venham mais
No peito tendo a paz
Abraçados com a Esperança
Pantoja Ramos
Enviado por Pantoja Ramos em 21/12/2014
Reeditado em 21/12/2015
Código do texto: T5076603
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre o autor
Pantoja Ramos
Belém - Pará - Brasil, 44 anos
294 textos (10808 leituras)
75 áudios (2415 audições)
38 e-livros (2448 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/19 04:50)
Pantoja Ramos