Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A baixo a ladeira

A baixo a ladeira,
Rumo à orgiástica feira,
Veio ela ainda de novo
Perdida no meio do povo
Encontrar noutras cabeças
Da salvação o ovo.
Fez divinas reclamações;
As noites várias avessas
Virada nas divagações
De horas excessas
E os dias tensos
Em cálculos intensos,
Mas nenhuma pista.
Fez até mesmo uma lista.
Quanto mais procura,
Mais parece que dista
Da derradeira cura.
Esboça-a em lençóis alheios:
Cai em duvidosos meios.
Onde estará o tesouro?
O da vida sua ouro?
Senta-se no canto
E chora choro arredio.
Contempla sem espanto
Mais um anoitecer frio.
Mais um capítulo vão
Após os que já lá estão.
Assim os dias mantidos:
Recorre a anjos caídos.
Dá-lhes, com mão tremida,
Livro riscado da sua vida.
Ajeitam-se sobre sua ruína
E compõem dali sua sina.
Iago O Gazola
Enviado por Iago O Gazola em 21/09/2019
Código do texto: T6750490
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Iago O Gazola
Marília - São Paulo - Brasil, 23 anos
3 textos (151 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/10/19 16:06)
Iago O Gazola