Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A FERA DA BELA

A FERA DA BELA
j.Torquato

OLHANDO A TRANQUILIDADE DE SUA SORRIDENTE FACE
DEIXO ESCAPAR A INTUIÇÃO DO VULCÃO
POIS O ESPELHO PRINCIPAL É COMO UMA SONDA FILMADORA
A CAMINHAR PELO SEU INTERIOR PSÍQUICO
E
OLHANDO O SEU EU
VEJO ALÉM DAS EMBALAGENS QUÍMICA DOS ÓRGÃOS EM MOVIMENTO.
VEJO UMA HORRÍVEL FIGURA DO MAL
DE GRITANTES CORES ASSENTIMENTAIS
BURACOS MORAIS ABISMAIS
DESVIO DE PERSONALIDADE, O VERDADEIRO EU DO DUPLO NÓS.
TÃO LINDO TEU SORRISO, TÃO ESPETACULAR E RADIANTE TUA FACE.
É CLARO QUE ALGO INDICA O TERMÔMETRO DE SUA MALDADE.
SEU ICEBERG SÃO SEUS OLHOS.
E
CAMINHANDO PELO HUMANIDADE, LINDA E VIVAZ, VAIS.
DEIXANDO A SUA PASSAGEM UM RASTRO TÃO HORRÍVEL
QUE ATÉ TUA SOMBRA NÃO OUSA TOCAR.
Torquato
Enviado por Torquato em 18/09/2019
Código do texto: T6747742
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Torquato
Maceió - Alagoas - Brasil, 68 anos
901 textos (28938 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/10/19 05:49)
Torquato