Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"sobre o pouco da água que ela me deixou,"

Nossos corpos são nossos jardins, cujos jardineiros são nossas vontades."

(Otelo) Ato I - Cena III



...



ápice rito. inteira palavra tentada
fosse claridade da sua lembrança
pena que te serve. flâmula hasteada
é. fogo! é. infantaria cega e confiança

tarde te seja o inverno de perceber
a cena mais íntima de um ato servil
ao tempo que te entrega. ir e poder..
e. a sensação de perder-te a meio-fio

meio-mastro da bandeira que te queira
meia porção alheia do meu apelo subtil
hábito que te vence sendo minha, a ceia

e, quadro é. em meias verdades obsoletas
pela distância quase exata que te construiu
e agora se converte. é prece breve. da letra,





..e não pode te deixar...
AzkeTarOss
Enviado por AzkeTarOss em 09/08/2019
Código do texto: T6716514
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
AzkeTarOss
São Paulo - São Paulo - Brasil, 32 anos
46 textos (211 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/10/19 04:41)
AzkeTarOss