Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ÉBRIO

Qual uma rosa de cálice vistosa
Pendente na haste,
Ebriática como vinho
Tu vieste, a boca orvalhando dengosa,
Embriagar-me o caminho.
Depois te foste, fugaz qual pensamento,
Tirando-me a Letícia em algoz momento,
Servindo-me desdita em nefasto cálice.

A Fernandes
Enviado por A Fernandes em 26/04/2016
Código do texto: T5616975
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
A Fernandes
Fortaleza - Ceará - Brasil, 52 anos
3 textos (162 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/20 02:11)