Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pingo nos ís.



Chegou a hora de pingar os pingos nos ís,
Sim, disso sabemos, é reciproca decisão.
E maduramente rematar nosso caso de amor
Pois foi de intenso apego e de forte paixão.

Caminhar mundo afora sem culpa e sem dor,
Mesmo carregando no peito a comoção
De um afeto que floresceu e voraz vingou,
Não fosse as mazelas ocultas do coração.

Fim de caso quando de paixão, não machuca,
Pois para nós dois minguou o sentido.
Partida com olho no olho e aperto de mão,
De alegre adeus por ter tudo acontecido.

Foi eterno enquanto deliciosamente durou,
Frase legitima e de assaz conhecimento
mútua maturidade em começo, meio e fim.
Amigos perpétuos com nenhum arrependimento.

Cesar de Paula
Enviado por Cesar de Paula em 04/10/2019
Código do texto: T6760715
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Cesar de Paula
Alpinópolis - Minas Gerais - Brasil, 63 anos
44 textos (343 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/19 22:07)
Cesar de Paula