Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O amor finito

Eu só quero poder amar
Mas por qual razão ?
Se não não sei mais o que é o amor

Todos amores são passageiros
Em um trem sem trilhos
Onde a cada estação
Se acabam em desatinos

Me ensine de novo o amor
Sou poeta que sonha em amar
A falar sobre meu rio a desaguar
Em versos e refrãos
Sou um grão vizir crescente
A florar na sua luz ascendente
Indescente

Mas o amor não é infinito
Aqueles momentos intermináveis se acabaram
Para um ou para outro
O amor nos faz surpresa
Não temos mais a mesma carência
Porque esquecemos de amar
Simplesmente queria somente amar
Sem pensar em mim
Mas você se amou demais
E no amor não cabe
Egoísmo
Paulo Acácio Ferreira
Enviado por Paulo Acácio Ferreira em 01/07/2019
Código do texto: T6686136
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Paulo Acácio Ferreira
Campinas - São Paulo - Brasil, 44 anos
347 textos (9685 leituras)
23 áudios (886 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/07/20 12:30)
Paulo Acácio Ferreira