Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Termo de Ajustamento de Conduta do Homem Para a Floresta

Debaixo de árvores, 19 de fevereiro de 2015.


Considerando a floresta um patrimônio público onde o público refere-se a todos os seres vivos.

Considerando que nós, seres humanos, somos parte da natureza e não donos dela.

Considerando que você e eu temos direito de ver crescer filhos e netos felizes com o cantar dos pássaros no alvorecer e no poente dos dias que presenciarem.

Considerando que as florestas não têm culpa de nossa estranha ganância por aquilo que chamamos dinheiro.

Considerando a magia de uma floresta ser uma bagunça misteriosamente organizada e eficiente quando respeitada.

Considerando que ao amar as florestas, amamos nossa origem sobre a Terra, onde a espiritualidade que temos procura entender o significado desses laços.

Considerando a parteira, a grávida, a andirobeira e o óleo de suas sementes.

Considerando o senhor, o rio, a jacareúba e a canoa.

Considerando o menino, a menina, a fruta e o piquiazeiro.

Considerando a beleza do germinar de uma planta.


As pessoas resolvem celebrar o presente Termo de Ajustamento de Conduta, com fundamento na Lei da Vida e da Criação, explicada cientificamente ou não, baseada na Fé de que iremos evoluir e assim continuar justificando nossa presença neste planeta ao mesmo tempo em que nos protegeremos dos efeitos negativos de nossas próprias ações e reações. Como prova desta intenção, cuidaremos das florestas com o valor que elas merecem, mediante as seguintes cláusulas:


Cláusula Primeira - do Objeto

Não se tratarão as florestas como mero objeto, nem as mencionaremos como empecilho ao nosso crescimento.


Cláusula Segunda - das Obrigações

As pessoas comprometem-se a preservar e conservar os rios, flora e fauna para provar gratidão a tudo que é sagrado e bom. Se derrubar uma árvore, plantará duas no lugar. Não mergulhará no mesmo rio, como diz o sábio, mas se preocupará em mantê-lo salvo para que outros possam refletir nesta filosofia. Caçará para alimentar sua família, porém com o profundo respeito de não ultrapassar os limites do círculo da vida.


Cláusula Terceira - da Inadimplência

Em caso de descumprimento das cláusulas anteriores, Gaia cobrará com juros e outras correções a multa de 5 graus centigrados a mais de calor, 5 bilhões de pessoas a mais com sede e fome, terrenos estéreis e desoladores, valores somados até o ano de 2200, ano apropriado para uma nova revisão dos números, causas, efeitos e ironias humanas.


Cláusula Quarta - das Disposições Gerais

A Humanidade estará disposta a mudar a sua atitude diante de tudo que fez de irresponsável diante das mesmas florestas que cercaram sua infância e imaginário de aventuras e brincadeiras.

Os homens e mulheres de boa vontade serão maioria no mundo e estarão vigilantes em relação aos ambiciosos que tentarem ser proprietários de nosso passado, presente e futuro.

Reconheceremos que todos nós somos Povos da Floresta ao perceber que sem ela não temos essência.

A semente terá mais valor que o diamante.


Cláusula Quinta - dos Prazos e Vigências

O prazo deste Termo de Ajustamento de Conduta será o tempo necessário para o nosso completo entendimento sobre animais e plantas, ajudando-nos nas respostas sobre o Sentido da Vida.


Cláusula sexta - da Publicação

O mais breve possível.


Cláusula sexta - do Foro

Litígios serão resolvidos pela sensatez e paz de espírito.

Resoluções sobre o cuidar da floresta deverão ser construídas coletivamente.

Se o presente Termo de Ajustamento não convir, que seja melhorado em sua íntegra para o bem de todos os seres.



Por estarem justos e compromissados, firmam o presente instrumento em duas vias de igual teor e forma para que, assim, produza os seus efeitos físicos e metafísicos.


Assinam:


As Pessoas de Hoje:__________________

As Pessoas de Amanhã:_________________



Testemunha: ________________________ (Aquele que criou a Vida)
Pantoja Ramos
Enviado por Pantoja Ramos em 21/03/2015
Reeditado em 19/03/2017
Código do texto: T5178384
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Pantoja Ramos
Belém - Pará - Brasil, 45 anos
313 textos (12131 leituras)
102 áudios (3242 audições)
45 e-livros (2793 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 29/09/20 05:56)
Pantoja Ramos