Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Versos Avessos - 102 (Mote do poeta Laércio Moreno)

Sadaudade é matadeira
Igual aos canhões pontudos
Que devastaram Canudos
E agora aponta pra gente
Quem ela, a saudade, sente
Dentro de sua cachola
Pede, as vezes, como esmola
Um pedacinho vivido
Lá do passado extraido
Que vem quente igual a brasa
Cheirando mais que fulor
E a saudade é cova rasa
Bate na porta de casa
E entra sem "por favor".
Genival Silva
Enviado por Genival Silva em 05/08/2020
Reeditado em 06/08/2020
Código do texto: T7027117
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
Genival Silva
Arapiraca - Alagoas - Brasil, 47 anos
354 textos (12870 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/09/20 14:57)
Genival Silva