Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vazio sem fim

Tenho Amanhecido com o ceu nublado, algo me tirou a alegria, tudo que um dia amei hoje não mais cor.
As flores murcharam, o verde das folhas marrons se tornaram, os galhos fortes que me e-ncantava hoje vazios e mortos estão.
Os pássaros não mais cantam, as borboletas não mais vejo a voar, nem o barulho irritante da cigarra ouço mais.
Olho no espelho não não me reconheço, hoje dou vida ao meu pior de mim, a menina que um dia fui procuro e não encontro, mas a menina do reflexo que não conheço em mim ganhou vida.
O céu era lindo mesmo sem nuvens o sorriso no rosto não precisava de motivos, alegria mesmo que as vezes fingida era constante, hoje nem isso tem mais.
Espelho,escuridao, chuva, relâmpagos, furacão, rodamuinho de tristeza, hoje pergunto quem é essa garota, não quero mais ve-la ao olhar e no espelho, falo comigo mesmo, tenho medo de pedir socorro, não quero trazer ninguém para o que agora parece ser meu mundo.
Choro, sofro com dores que não passam, quero voltar, quero novamente meu lugar, quero minhca vida, meus amigos meu  sorriso, quero tudo que esse vazio me tirou.
DLS
Enviado por DLS em 13/01/2021
Reeditado em 13/01/2021
Código do texto: T7159020
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
DLS
Ferraz de Vasconcelos - São Paulo - Brasil
53 textos (830 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/01/21 14:52)
DLS