Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Àquela que nunca irá

Ao amor da minha vida
Dedico minhas preces
Minhas súplicas
Palavras perdidas
Que soam como declarações
Jogo-as ao vento para que cheguem até você
Enquanto você me vê pela sua janela
Eu já não mais a tenho aqui
Só o vazio restou como acalento
As lembranças me fazem ver todo o nosso passado
Tudo aquilo que não mais existe
Mas que um dia fez parte de nós dois
O mesmo vento que nos uniu
Te afastou de mim
E hoje me leva em silêncio até você
Podes ouvir o meu choro?
É o meu coração sofrendo por tua ausência
À cada batida ele sussurra o teu nome
Bombeia a dor de ter que viver assim
A canção que te escrevi já não faz mais sentido
Sentado na varanda
Vejo os pássaros que voam livres
Que cantam felizes
Você, feito pássaro, voou
Só que eu não canto mais
Cada verso da nossa letra apaga uma parte de mim
Eu não existo sem você
Enquanto você me olha aí de cima
Eu só te sinto aqui dentro
A brisa fria que bate na janela soa como um chamado
Você chama por mim
E eu clamo por ti
Escute o meu coração
Que ainda vive por você
Você nunca irá de fato
Não enquanto eu estiver aqui
Mesmo sem motivos
Vivo para manter vivo o nosso amor
Para toda a eternidade
De almas entrelaçadas
E corações unidos
Sejamos eu e você um só ser
Akarth
Enviado por Akarth em 31/12/2019
Código do texto: T6831094
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Akarth
Santa Maria - Distrito Federal - Brasil, 24 anos
47 textos (1552 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/08/20 15:57)
Akarth