Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Solidão e Solitude

Era algo imposto desde o início, dolorido e tão vazio
Sem aviso foi chegando
E Minh ‘alma rasgando
O corpo sentia, mas do lado de fora eu sorria
As mãos eram delicadas ao toque
Mas as feridas não estavam sob a pele de quem sofria
Quando o silêncio batia a porta
O batimento no peito era latente
O pulsar nas veias percorria todo o corpo
Na solidão enfrentei meus piores demônios
Alguns chegavam delicadamente como se fossem amigos
Outros já invadiam os sonhos
Todos queriam arrancar mais gritos de dor
Mas na solidão tive que aprender
Nem sempre verá mãos estendidas quando estiver caído
Nem sempre terá um rosto amigável quando abrir os olhos
Nem mesmo sua sombra irá te acompanhar nas dores
Mas é necessário aprender
E quando isso acontecer
Será de Solidão a Solitude
Noleto
Enviado por Noleto em 17/10/2019
Código do texto: T6772192
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (você deve citar a autoria de Ramon Ribeiro Noleto). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Noleto
Macapá - Amapá - Brasil, 32 anos
20 textos (1061 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/11/19 09:13)
Noleto