Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O texto que você pediu está aqui.

E um dia me disseram que as mulheres sempre sabem quando estão sendo enganadas. De fat, sabemos.
Durante um tempo, tive meus pressentimentos desacreditados por mim mesma. Optei por acreditar em quem me jurava amor eterno, do que acreditar no que eu sentia.
A verdade veio.
Foi cruel, doloroso e com todo o drama pertinente a situação, chegou a ser patético.
Por pura teimosia, resolvi escutar quem dizia me amar.
Pura ilusão. Apenas ofereci ao inimigo o poder de me enganar mais uma vez.
Recomeçar. Oferecer o perdão. Tentar novamente. Todas essas escolhas foram feitas por uma versão de mim que ainda acreditava que as pessoas poderiam mudar.
Como eu disse: Acreditei.
Como era esperado: Me enganei!
Ou melhor, me enganaram. Novamente.
E novamente, aquele sexto sentido gritando para que eu o escutasse. Dessa vez eu o escutei.
Encerrei.
Coloquei um ponto final.
Voltei.
Coloquei um ponto final.
Voltei.
E de tanto ir e vir sem sair do lugar, ele perdeu o mínimo respeito que poderia ter por mim. Afinal, nem eu me respeitava mais. Por que ele respeitaria ¿
Mentiu.
Me enganou.
Foi como um ciclo doentio. Ele que não sabia respeitar o próximo. Eu e ela que não sabíamos nos respeitar.
Ele, com toda a arrogância  que possui, decidiu se importar apenas com ele. Sem nenhum tipo de empatia afetiva por quem cercava sua vida.
Ele, com todo o Narcisismo que possui, decidiu que apenas ele era bom o bastante para ser respeitado.
Ele, após jurar que não mentiria, mentiu. Ainda usou de artimanhas e tentou driblar os prints usando o telegrama, O que ele se esqueceu, é que a palavra de um mentiroso, não tem valor algum.
Em suma, as pessoas são sim capazes de mudar. Mas não ele.
Ele não.
Porque para mudar, é preciso querer mudar. E isso ele não quer.
Por um amor doentio¿ Um Ego inflado demais ¿ Não sei.
O que sei, é que eu vi o amor morrer diante dos meus olhos. Ele foi sufocado pela decepção, as 3:50 da madrugada.
O amor se foi e deu lugar a outros sentimentos, como piedade.
Sim, no fundo eu lamento por ele. É uma vida tão vazia, preenchida apenas por mentiras e ilusões.
Desejo que ele encontre um caminho que o leve direto para a honestidade.
A sociedade agradece.
Eu já não agradeço por mais nada.
Eu e ele, simplesmente não era. Nunca foi e nunca será.
Encero ressaltando a ironia da vida. Ele questionou a razão pela qual eu havia parado de escrever.
Disse que me daria bons motivos para que eu escrevesse algo feliz.
No fim, não podemos negar, ele cumpriu.
Escrevo feliz por ter me livrado de 86Kg.
Obrigada!!!
A marca de um sorriso
Enviado por A marca de um sorriso em 16/10/2019
Reeditado em 16/10/2019
Código do texto: T6771568
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
A marca de um sorriso
São Paulo - São Paulo - Brasil
42 textos (3567 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/11/19 19:11)
A marca de um sorriso