Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mensagem

Que a poesia do amor sofrido me faça soluçar , que por diversas vezes eu possa a cordar na certeza de olhar teus olhos não mais brilhantes que os meus não mais bonitos que os meus e nem mais sofridos.
Ahh que ainda me sirvas de inspiração é para isso que caminho.
Que o teu beijo não seja tão fervente quanto o meu e que tua boca não chame em vão pelo meu nome.
Ahh que acerto no meu erro mais covarde roubando de mim o que não tenho.
Devia eu falar com as mais doces das palavras aromatizando tudo com canela e erva doce mais é que de mim restou o amargo do jiló e a sensacão de mil dedos me apontando ,sobrou tambem a crueldade e a covardia da caixa oculta ,maligna de todos os dias.
Esmeralda(Carrossel das ilusões)
Enviado por Esmeralda(Carrossel das ilusões) em 10/10/2019
Código do texto: T6765737
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Esmeralda(Carrossel das ilusões)
Recife - Pernambuco - Brasil
663 textos (22073 leituras)
15 áudios (578 audições)
4 e-livros (373 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/11/19 11:29)
Esmeralda(Carrossel das ilusões)