Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CORAÇÃO SEM RAZÃO

[Razão] - Não morres mais, pensei em ti agora mesmo. Já sei onde estavas; às voltas com meu irmão.

[Coração] - Oi amiga. Como você adivinhou?

[Razão] - Não tens espelho? Parece que morreu e não sabe... Estás acabado...

[Coração] - Reconheço, ando tão acelerado que nem tenho te ligado como antes. Não posso parar, sou assim, e o Sentimento fica o dia inteiro conectado falando comigo.

[Razão] - Meu irmão é muito presente, mas tu sabes bem que se a gente der liberdade, ele nos leva para cada buraco.

[Coração] - Besteira tua! Ele me entende e às vezes a gente precisa sair, dar uma volta... Que mania a tua de ficar martelando chatices!

[Razão] - Já acostumei. Desde nosso tempo de criança, todo mundo achava que o Sentimento era teu irmão, e que eu era a prima encalhada... Mas deixa eu te alertar sobre uma coisa...

[Telefone chamando...]

[Coração] - Vou precisar sair para não infartar, não estou batendo bem esses dias. Eu te ligo, beijo!

[Porta batendo e carro saindo]

[Razão pensando] - Não demora e ele vai descobrir que Sentimento sem Razão é como um trem desgovernado e que o Coração que se deixa levar somente pelo Sentimento vive como um cego guiado pelo outro.


Pássaro Triste
Enviado por Pássaro Triste em 31/08/2019
Código do texto: T6734166
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Pássaro Triste
Recife - Pernambuco - Brasil
714 textos (14897 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/19 06:36)
Pássaro Triste